Sérvia

Polícia sérvia procura Ratko Mladic no sudeste do país


 

Lusa/AOonline   Internacional   10 de Nov de 2008, 11:58

Forças de segurança sérvias estão a procurar o antigo chefe militar dos Sérvios da Bósnia Ratko Mladic, acusado de crimes de guerra e genocídio, numa fábrica da região de Valjevo (sudeste), indicou a cadeia B92.
«Estamos a verificar uma informação de acordo com a qual Ratko Mladic se encontra no local», disse um responsável da polícia.

    Segundo a cadeia de televisão B92, que cita uma fonte da polícia, as forças de segurança cercaram uma fábrica na periferia de Valvejo, numa operação que se realiza a pedido dos serviços do procurador para os crimes de guerra sérvio, Vladimir Vukcrvic.

    A operação também está a ser conduzida para encontrar colaboradores de Ratko Mladic, bem como pessoas suspeitas de financiar a fuga, precisou a B92, citando as mesmas fontes policiais.

    O general Ratko Mladic é acusado de genocídio nomeadamente pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPI).

    A União Europeia exige a detenção de Mladic e a transferência para Haia para que a Sérvia possa progredir nas suas perspectivas europeias.

    O general Mladic continua a fugir à justiça internacional pelo seu papel durante as guerras da Bósnia (1992-1995). O TPI reclama também a detenção de um antigo responsável dos sérvios da Croácia Goran Hadzic.

    A operação de hoje ocorre alguns dias antes de uma visita a Belgrado, que deverá decorrer entre 17 e 18 de Novembro, do Procurador do TPI, Serge Brammertz. Haia ainda não confirmou a realização desta visita.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.