Açoriano Oriental
Pescas deverão sofrer decréscimo em toda a União Europeia nos próximos anos

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, considera que os totais admissíveis de capturas (TAC) para os próximos anos deverão ter um “decréscimo” em toda a União Europeia (UE).


article.title

Foto: Eduardo Costa
Autor: Lusa/AO online

“A pesca em todos os países da UE começa a ter dificuldades”, disse a ministra Ana Paula Vitorino aos jornalistas, à margem da reunião dos ministros dos Estados-membros da União Europeia responsáveis pelas Pescas, salientando que todos tiveram "crescimentos muito grandes ao longo dos últimos anos e neste momento estamos numa situação em que não sabemos o que vai acontecer, mas a pesca europeia vai ter algum decréscimo”.

Ana Paula Vitorino salientou esperar que os TAC e respetivas quotas de pesca para Portugal não fiquem abaixo das de 2015.

Os ministros das Pescas da UE discutem hoje os TAC e quotas nacionais para 2018 para o Atlântico e o Mar do Norte, negociações que costumam arrastar-se pela madrugada seguinte.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.