Energia

Parque eólico evita emissão de 9 mil toneladas de CO2 por ano


 

Paulo Faustino   Regional   1 de Set de 2008, 12:01

O Parque Eólico da Serra do Cume, ontem inaugurado pelo presidente do Governo Regional, Carlos César, vai assegurar cerca de 5 por cento da energia eléctrica consumida anualmente na ilha Terceira.
O investimento da Empresa de Electricidade dos Açores (EDA), orçado em 5,7 milhões de euros, surge enquadrado pelo Plano de Desenvolvimento das Energias Renováveis que a empresa tem em curso e integra-se no Plano Estratégico para a Energia nos Açores, o qual prevê que a Região atinja, nos próximos dez anos, os 40 por cento de consumo de energia primária de origem renovável.
De acordo com o Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GACS) do Governo Regional, o Parque Eólico da Serra do Cume dispõe de cinco aerogeradores, de 900 kW, perfazendo uma potência global instalada de 4,5 MW e permitindo uma produção anual de cerca de 12 GWh.
Com esta nova infra-estrutura, ainda segundo os dados avançados pelo GACS, a EDA evitará o consumo anual de 2400 toneladas de fuelóleo e de 19 toneladas de óleo lubrificante, evitando igualmente a emissão, para a atmosfera, de 9 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2).
O Plano Estratégico para a Energia nos Açores pretende contribuir para a redução dos gases com efeito de estufa de 20% até 2020, uma meta vinculativa de 20% para as renováveis no mesmo prazo, e ainda uma redução de 20% do consumo energético também até 2020, conforme estipulou a União Europeia.
O documento prevê também o aumento significativo da autonomia da Região em matéria de consumo de energia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.