Papa tem esperança que reunião ajude a ultrapassar dificuldades

 Papa tem esperança que reunião ajude a ultrapassar dificuldades

 

Lusa/Aonline   Internacional   2 de Nov de 2011, 18:07

O Papa Bento XVI manifestou hoje esperança de que a reunião do G20 em Cannes (sul de França) “ajudará a ultrapassar as dificuldades que, a nível mundial, impedem a promoção de um desenvolvimento integral”, noticiou a agência AFP.

Perante cerca de sete mil fiéis, no decorrer da audiência geral das quartas-feiras, o Papa desejou o maior êxito aos chefes de Estado e de governo das principais potências, lembrando o imperativo de uma reforma do sistema económico mundial que favoreça o desenvolvimento de todos os países e não apenas dos mais poderosos.

“Espero que o encontro ajudará a ultrapassar as dificuldades que, a nível mundial, impedem a promoção de um desenvolvimento autenticamente humano e integral”, afirmou.

O presidente do Banco do Vaticano, Instituto para as Obras Religiosas, Ettore Gotti Tedeschi, propôs aos representantes do G20, que reúne os dirigentes das 20 principais economias do mundo, (…) para “meditarem nas palavras do Papa, entregando-se a intensos exercícios espirituais”.

Segundo disse à agência noticiosa italiana ANSA, “só assim, poderão compreender o sentido dos seus atos, a sua responsabilidade como líderes”.

Para Tedeschi, Bento XVI receia que reuniões como as do G20 conduzam à aprovação de estratégias para a saída da crise “exclusivamente de carater económico”.

No entender do cardeal Peter Turkson, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz, o G20 constitui “uma solução temporária para resolver alguns problemas”, mas não representa todos os povos: é um fórum “informal e limitado” que “perde em eficácia quando é alargado”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.