Onésimo Teotónio de Almeida apresenta livro


 

Olímpia Granada   Regional   16 de Out de 2007, 18:04

Porquê o título “Aventuras de um Nabogador”? O autor, Onésimo Teotónio de Almeida, respondeu em discurso directo no lançamento do livro, esta segunda-feira ao fim do dia, na Livraria Solmar, em Ponta Delgada.
   “Vem de nabo...a explicação vem numa das estórias e se eu for dizer...ela pode já não ter muita piada mas, se eu for contar ainda fica com menos!”
E foi neste registo de boa disposição  que o escritor açoriano radicado nos Estados Unidos introduziu, ele próprio, a apresentação da sua última obra publicada, com a chancela da Bertrand Editora.
Depois da actuação do grupo Vozes da Terra do Pico da Pedra (terra natal de Onésimo Teotónio de Almeida), oprofessor catedrático no Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros da Brown University, Providence, Rhode Island, prosseguiu perante um espaço que acabou por se revelar pequeno para todos os que quiseram estar presentes.
O livro tem, por assim dizer, um sub-título, “estória-em-sanduíche”, e Onésimo assumiu a defesa do uso  palavra “estória”, porque significa contar algo “sem compromisso com os factos”.
Assim, este livro conta estórias com um antes e depois, logo, “em sanduíche”, ao jeito de uma estória contada a um serão entre amigos.
Por isso, Onésimo Teotónio de Almeida espera que a leitura das várias estórias compiladas em livro proporcione o mesmo prazer a quem as ler como ele teve “o incontrolável prazer de as contar!”
“Cada vez mais nós estamos a comprar livros sobre experiências”, considerou.
Estes “contos, narrativas, literatura de viagens”, decorrem na Tailândia, Caraíbas, Colômbia e Califórnia sempre com um toque  de permeio “dos Açores e Nova Inglaterra” sem, segundo o autor, nenhuma moral.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.