Oitava morte em Portugal de pessoa infectada com o vírus H1N1


 

Lusa / AO online   Nacional   20 de Nov de 2009, 17:47

A ministra da Saúde confirmou a oitava morte em Portugal de uma pessoa infectada com o vírus H1N1, revelando tratar-se de um doente "internado em unidade de cuidados intensivos" e "em estado crítico já há alguns dias".
"Ocorreu um caso de um doente que estava internado em unidade de cuidados intensivos, em estado crítico já há alguns dias", referiu Ana Jorge aos jornalistas, à margem das cerimónias que assinalaram o 50.º aniversário do Serviço de Cirurgia Cardiotorácica no Hospital de Santa Marta, em Lisboa.

Segundo Ana Jorge, o caso verificou-se no Hospital de Santo André, Leiria.

A 13 de Novembro, uma mulher de 87 anos infectada com o vírus H1N1 morreu no Hospital Amadora-Sintra "sendo a causa da morte edema agudo do pulmão provocado pelo vírus H1N1", segundo a direcção do Hospital Fernando Fonseca.

No dia anterior, o Hospital de Santo André anunciou a morte de um doente, que tinha antecedentes de hipertensão arterial e obesidade mórbida", e que se encontrava internado na Unidade de Cuidados Intensivos com infecção pelo vírus H1N1.

A 29 de Outubro morreu um homem infectado com a gripe A que estava internado no hospital de Ponta Delgada.

No dia anterior, tinha morrido um menino de 10 anos infectado com H1N1. A criança teve morte súbita que poderá ter resultado de uma doença congénita provavelmente potenciada pelo vírus.

No dia 10 de Outubro, morreu um homem de 53 no Hospital de São João, no Porto, em consequência de pneumonia bilateral, e no dia seguinte foi anunciada a morte de uma mulher, que tinha sido mãe recentemente, pelas mesmas razões.

A 26 de Setembro foi conhecida a morte de um homem de 49 anos no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, vítima de uma pneumonia provocada pelo vírus

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.