Nobel da Medicina

Nobel da Medicina distingue investigações sobre vírus

Nobel da Medicina distingue investigações sobre vírus

 

Lusa/AOonline   Internacional   6 de Out de 2008, 10:58

O Prémio Nobel da Medicina de 2008 foi atribuído aos franceses Françoise Barre-Sinoussi e Luc Montagnier e ao alemão Harald zur Hausen pelas suas investigações sobre vírus, anunciou esta segunda-feira o Instituto Karolinska em Estocolmo.
Barre-Sinoussi e Montagnier foram distinguidos pela descoberta do VIH (vírus da imunodeficiência humana) e zur Hausen por ter descoberto que o cancro do colo do útero é igualmente provocado por um vírus.

    Françoise Barre-Sinoussi é apenas a oitava mulher a ser galardoada com o Nobel de Medicina desde que estes prémios começaram a ser entregues, em 1901.

    O prémio, de 10 milhões de coroas suecas (1,02 milhões de euros) e uma medalha de ouro, será entregue a 10 de Dezembro, aniversário da morte de Alfred Nobel em 1896.

    O inventor da dinamite determinou que os prémios abrangessem as categorias de Medicina, Física, Química, Literatura e Paz, a atribuir nos próximos dias. O Prémio da Economia foi criado pelo banco central sueco em 1964.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.