Novo aeroporto de Lisboa

Ludgero Marques não quer que ninguém "arme ciladas aos outros"


 

Lusa / AO online   Economia   13 de Nov de 2007, 17:46

O presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP), Ludgero Marques, apelou a que ninguém tente "armar ciladas aos outros" a propósito da discussão sobre o futuro aeroporto de Lisboa.
"Lamento que o país não trabalhe mais e que gaste tanto dinheiro nestas coisinhas pequeninas", afirmou Ludgero Marques em Leça da Palmeira, Matosinhos, no final de uma reunião da direcção da AEP com o presidente do PSD, Luís Filipe Menezes.

O presidente da AEP afirmou que já tem opinião formada sobre o novo aeroporto de Lisboa "há muitos anos", sublinhando que "Alcochete é uma boa solução".

Para Ludgero Marques, a construção do aeroporto na Ota "prejudica o Aeroporto Sá Carneiro" e causa "constrangimentos" ao comboio de alta velocidade.

O presidente da AEP criticou ainda os "apeadeiros" que foram feitos no Aeroporto da Portela, afirmando que foram estas más decisões que impediram a expansão e prolongamento de vida do actual aeroporto de Lisboa.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.