Litografia de Munch roubada de galeria de Oslo


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Nov de 2009, 10:52

A litografia "História", do pintor norueguês Edvard Munch, foi roubada na noite de quinta-feira de uma galeria de Oslo, informou esta sexta-feira a polícia.
Os assaltantes terão quebrado uma janela da galeria Nyborg Kunst, de onde levaram apenas aquela obra, e fugiram pouco depois num veículo roubado de cor branca. A viatura foi encontrada horas mais tarde e está a ser examinada pelas autoridades, acrescentou a mesma fonte.

O roubo da litografia do autor do famoso quadro "O Grito" foi presenciada por várias testemunhas, que estão a ser interrogadas pelas autoridades policiais.

A litografia "História" é "um quadro valioso, uma impressão única, colorida à mão. Ao que tudo indica não terão levado mais nenhuma obra, parece que sabiam ao que vinham", disse hoje à rádio pública NRK o responsável da galeria, Pascal Nyborg, cuja família era proprietária da litografia há décadas e para a qual já existia comprador.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.