Ambiente

Lipor quer reduzir produção anual de resíduos por habitante


 

Lusa/AOonline   Nacional   19 de Nov de 2008, 17:08

O Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto (LIPOR) pretende reduzir em 100 quilos, até 2011, a produção anual de resíduos por habitante, o que implica nos hábitos diários da população.
“Não é tarefa fácil, porque vamos mexer nos hábitos dos cidadãos e em práticas habituais, mas é por aí que temos que ir”, afirmou hoje Macedo Vieira, presidente da LIPOR, na apresentação das iniciativas integradas na Semana Europeia da Prevenção, que decorre de 22 a 30 de Novembro.

    A Área Metropolitana do Porto, através da LIPOR, é a única região do país que participa nesta iniciativa, organizada pela Associação das Cidades e Regiões para a Reciclagem, que visa sensibilizar a população para a necessidade de reduzir a produção de resíduos.

    Os dados disponíveis indicam que, em média, cada habitante da região do Grande Porto produz 1,5 quilos de resíduos por dia, o que significa 500 quilos por ano.

    A meta da LIPOR é que este valor desça para 400 quilos anuais em 2011.

    “A prevenção é a base dos três R’s (Reciclar, Reutilizar, Reduzir), mas é aquela em que é mais difícil a sensibilização das pessoas, porque não se vê”, salientou Benedita Chaves, da LIPOR, em declarações à Lusa.

    Para chamar a atenção das pessoas para este problema estão previstas cerca de uma centena de iniciativas durante a Semana Europeia da Prevenção, que se realiza este ano pela primeira vez.

    As iniciativas incluem acções nas escolas e em locais frequentados por jovens, mas também cursos práticos sobre questões como “compostagem caseira, para aproveitamento de resíduos, ou culinária, para evitar desperdícios de comida e aproveitamento de sobras”.

    A inauguração do Parque de Gorgolito, na Póvoa de Varzim, onde será instalada uma compostagem comunitária, e uma conferência internacional no Porto constam também do programa.

    “Todas as iniciativas desta semana europeia estão disponíveis no site www.eunaofacolixo.com onde também são dados alguns conselhos práticos para reduzir a produção de resíduos”, salientou Benedita Chaves.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.