Indústria

Lear de Palmela encerra em 2010


 

Lusa / AO online   Economia   30 de Nov de 2009, 10:41

A Lear de Palmela, fabricante de capas para bancos de automóveis, vai encerrar em 2010 e despedir 200 trabalhadores, anunciou esta segunda-feira o Sindicato dos Metalúrgicos do Sul.
De acordo com um comunicado divulgado no site da Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgica, Química, Farmacêutica, Eléctrica, Energia e Minas (Fequimetal), a administração da Lear Corporation anunciou a decisão aos rabalhadores na sexta-feira, prevendo-se o encerramento total da produção para o início do próximo ano.

A Volkswagen, Citröen e Peugeot são os principais clientes desta fábrica que tinha despedido 39 trabalhadores em Março e que sofreu "instabilidade na produção" devido à saída do trabalho de montagem de bancos para a Autoeuropa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.