"Inação da câmara de Ponta Delgada prejudica comércio e turismo"

"Inação da câmara de Ponta Delgada prejudica comércio e turismo"

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   28 de Nov de 2018, 17:16

Os vereadores eleitos pelo PS na Câmara Municipal de Ponta Delgada, dizem, em comunicado que "foi, mais uma vez, com surpresa e incredulidade que assistimos à completa e total apatia demonstrada pelo executivo camarário aquando da realização, a semana passada, na nossa cidade, do 44º Congresso da APAVT”.

“É absolutamente inacreditável que a autarquia presidida por José Manuel Bolieiro tenha passado completamente à margem daquele que é, porventura, o principal evento a nível nacional organizado pelos profissionais do setor turístico quando, ainda por cima, desde pelo menos o dia 4 de julho que se sabia que este congresso se iria realizar em Ponta Delgada”, afirmou Vítor Fraga na mesma nota.


Os vereadores lamentam ainda que “a Câmara Municipal de Ponta Delgada, sempre tão lesta a fazer pequeninas operações para consumo mediático, sempre tão diligente na promoção pessoal do senhor presidente da autarquia, optou, pura e simplesmente, por ignorar a presença na nossa cidade de mais de 600 agentes de viagens e operadores turísticos, demonstrando não saber estar à altura das circunstâncias, com esse autêntico virar de costas ao turismo no concelho”.


Apontando o turismo como um dos principais setores impulsionadores da atividade económica na cidade e no concelho de Ponta Delgada, os vereadores socialistas criticam a “total ausência de sentido de oportunidade e a incapacidade proactiva deste executivo camarário, o qual gosta de se colocar em bicos de pés para colher os louros por um trabalho que não é o seu e para o qual, infelizmente, nada contribui”.


“Esta foi mais uma oportunidade perdida. Mais uma oportunidade que José Manuel Bolieiro deixou escapar para promover o concelho e fazer estender às nossas 24 freguesias o potencial de crescimento económico, de criação de riqueza, e de fruição e divulgação cultural que o Turismo, manifestamente, traz”, constatou Vítor Fraga


Os vereadores do PS evidenciam ainda a “manifesta ausência de trabalho e a visão pobre, limitada e esgotada por parte da maior autarquia dos Açores que, ano após ano, parece ambicionar cada vez menos para a cidade e para o concelho”. “Se dúvidas sobrassem sobre a parca ambição ou sobre a visão frouxa e redutora que a Câmara Municipal tem para a cidade e para o concelho, bastaria atentar às inúmeras críticas que hoje se ouvem, por exemplo, dos comerciantes em relação à fraca iluminação natalícia, à falta de uma estratégia para a promoção de Ponta Delgada como destino de Natal e de fim de ano, à confusão a que, entre outros domínios, a autarquia votou o ordenamento viário e a recolha dos resíduos sólidos urbanos”, frisam.





Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.