Açoriano Oriental
Governo já investiu 9,5ME no apoio à habitação nesta legislatura
O Governo Regional dos Açores atribuiu apoios à habitação a 31 famílias na ilha Terceira, revelando que desde o início da legislatura (2012) já foram investidos 9,5 milhões de euros nesta área em todo o arquipélago.
Governo já investiu 9,5ME no apoio à habitação nesta legislatura

Autor: Lusa/AO online

"Durante a presente legislatura e em matéria de habitação já foram ou estão a ser apoiadas mais de 1.000 famílias na recuperação de habitação própria permanente, num investimento do Governo dos Açores de cerca de 9,5 milhões de euros", salientou a secretária regional da Segurança Social, Andreia Cardoso, na cerimónia de assinatura de despachos, em Angra do Heroísmo.

Referindo-se apenas à ilha Terceira, a governante disse que já tinham sido autorizadas 125 candidaturas, que representaram um investimento de 1,4 milhões de euros.

Os 31 despachos hoje assinados reforçam esse montante em mais 332 mil euros e permitem "melhorar as condições das habitações e também a vivência a cerca de 81 pessoas dos concelhos de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória".

Das 31 candidaturas, a maior parte (21) refere-se a apoios à reabilitação de habitação degradada e uma apenas à construção de uma nova habitação. Nove destinam-se à recuperação de habitações infestadas pela praga das térmitas.

Neste último caso, se as famílias recorrerem a empréstimos da banca, poderão ter acesso a juros bonificados.

Segundo Andreia Cardoso, o objetivo destes apoios é criar condições dignas nas habitações que "garantam salubridade e segurança, [...] fundamentais a uma vida saudável e com qualidade".

A secretária regional da Solidariedade Social destacou a importância destes apoios na fixação dos jovens nas suas freguesias de origem e o contributo que estas obras dão para as empresas de construção civil.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.