Processo "Face Oculta"

Godinho pede ajustamento da medida de coação a estado de saúde


 

Lusa / AO online   Nacional   13 de Nov de 2009, 11:27

Os advogados de Manuel Godinho requereram esta semana ao Juízo de Instrução Criminal de Aveiro que “adapte” a medida de coacção a que o principal arguido da Face Oculta está sujeito (prisão preventiva) ao seu estado de saúde “preocupante”.
Pedro Teixeira, um dos advogados do arguido, disse esta sexta-feira à agência Lusa que o requerimento, apresentado quarta ou quinta-feira, alude a relatórios médicos que referem um quadro cardiovascular “complicado” e “problemas graves” de diabetes de Manuel José Godinho.

Segundo Pedro Teixeira, estes problemas de saúde são sublinhados quer pelo médico pessoal de Manuel Godinho, quer pelos serviços clínicos do Estabelecimento Prisional de Aveiro, onde o arguido se encontra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.