Funcionária da Autoridade Tributária detida em buscas da PJ por corrupção

Funcionária da Autoridade Tributária detida em buscas da PJ por corrupção

 

Lusa/AO Online   Nacional   14 de Mai de 2019, 11:58

Uma funcionária da Autoridade Tributária (AT) foi detida esta terça-feira na sequência das buscas da Polícia Judiciária (PJ) às Finanças, disse à Lusa fonte policial.


No decurso da mesma operação efetuada pela PJ foram efetuadas buscas ao escritório de um advogado, diligência que foi confirmada à agência Lusa por fonte do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados.

A mesma fonte adiantou que a busca da PJ realizada a um escritório de advogado foi acompanhada por um elemento da Ordem dos Advogados, mas não precisou se a diligência foi acompanhada de mandado de detenção do causídico em causa.

Em comunicado, a PJ adianta que estão em causa suspeitas de corrupção passiva para ato ilícito, corrupção ativa para ato ilícito, falsidade informática e violação de segredo de funcionário e que foram realizadas 13 buscas, domiciliárias e não domiciliárias, em Lisboa, Mafra, Coruche, Alcochete, Vendas Novas e Montijo, estando em causa crimes

A operação “Duo Facie” contou com elementos da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC/PJ), em articulação com a AT, num inquérito titulado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.

As buscas e demais recolha de provas mobilizaram várias dezenas de elementos da Polícia Judiciária, magistrados judiciais e do Ministério Público.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.