Frente de fogo “descontrolada” em Vila de Rei mas com habitações protegidas, diz autarquia

Frente de fogo “descontrolada” em Vila de Rei mas com habitações protegidas, diz autarquia

 

AO Online/ Lusa   Nacional   21 de Jul de 2019, 18:00

O vice-presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Paulo César, disse que existe no concelho uma frente de fogo "descontrolada" na fronteira com os municípios da Sertã e Mação mas as habitações têm sido defendidas das chamas.

"Há um fogo descontrolado na extremidade dos três concelhos, entre Sesmarias e Portela dos Colos, mas têm-se conseguido defender as habitações", afirmou Paulo César, em declarações cerca das 18:00 de hoje.

O autarca disse ainda que o vento forte e a temperatura elevada têm sido "os maiores obstáculos" aos operacionais que combatem o incêndio numa zona onde predomina o pinheiro e eucalipto, admitindo que junto a povoações mais isoladas por vezes há falta de bombeiros.

"Os bombeiros não chegam a todo o lado mas quando isso acontece temos tido o apoio de outras entidades de Proteção Civil, como a GNR", frisou.

O incêndio que começou cerca das 15:00 de sábado na localidade de Fundada, Vila de Rei (distrito de Castelo Branco) e se estendeu ao início da noite ao concelho de Mação (distrito de Santarém), permanece ativo há mais de 24 horas e está a ser combatido por 844 operacionais, apoiados por 255 viaturas e 15 meios aéreos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.