FMI considera "forte e robusto" o crescimento de Moçambique


 

Lusa / AO online   Economia   22 de Nov de 2007, 16:11

O Fundo Monetário Internacional (FMI) está satisfeito com "o crescimento forte e robusto" que a economia moçambicana está a registar este ano e com as boas perspectivas de evolução a médio e longo prazo.
Segundo o director-assistente do FMI para África, Jean Clement, "o desempenho económico de Moçambique manteve-se forte em 2007, com um crescimento bastante robusto".

Depois de uma visita a Moçambique, para uma avaliação da economia moçambicana e discussões com as autoridades sobre futuros apoios, Clement concluiu que o bom registo da economia do país foi determinado pelo aumento "acima das expectativas" da colecta das receitas fiscais".

Condicionada por "uma política fiscal e monetária prudente", a inflação fechará este ano igualmente em bom plano, mantendo um comportamento a um dígito, como tem acontecido nos últimos anos, assinalou o director-assistente do FMI para África.

Para Jean Clement, o programa de reformas do governo está a ser um sucesso, principalmente no que diz respeito ao reforço da gestão das despesas públicas, através da implementação do Sistema de Administração Financeira do Estado (SISTAFE).

A estratégia das autoridades moçambicanas para reduzir os custos de fazer negócios no país e para alargar a base tributária também estão a resultar, refere o FMI.

Aquele organismo financeiro internacional também vê com optimismo a intenção do executivo moçambicano de aumentar os quadros do aparelho do Estado, com a contratação em 2008 de 12 mil novos professores e 5 mil profissionais de saúde.

Jean Clement elogiou ainda a aprovação pela Assembleia da República de um novo regime fiscal para o sector mineiro e dos petróleos, com o objectivo de garantir transparência às concessões nesses dois domínios.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.