Açoriano Oriental
Filme "Variações" e Fado Bicha entre os premiados em 2019 pela associação ILGA

O filme "Variações", inspirado na vida do cantautor António Variações, e o projeto musical Fado Bicha são dois dos distinguidos em 2019 com os Prémios Arco-Íris, da associação ILGA Portugal, que divulgou esta sexta feira os galardoados.

article.title

Foto: Direitos Reservados
Autor: AO Online/ Lusa

Os troféus, criados pelo artista plástico André Tecedeiro, serão entregues aos premiados numa cerimónia a realizar em 11 de janeiro, em Lisboa, que assinalará simbolicamente os 10 anos sobre a aprovação parlamentar do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A lista de premiados inclui também as jornalistas Aline Flor (Público) e Joana Martins (RTP), a Câmara Municipal de Almada e as juntas de freguesia de Campolide e da Misericórdia, em Lisboa, o humorista Diogo Faro, o Grupo Desportivo Estoril Praia e o vocalista Alex D’Alva Teixeira, da banda D'Alva.

Os Prémios Arco-Íris são atribuídos anualmente pela ILGA Portugal – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo e visam distinguir pessoas ou entidades que se destacam pelo seu trabalho na "luta contra a discriminação em função da orientação sexual, da expressão e identidade de género e características sexuais" em Portugal.

Adicionalmente, o apresentador de televisão José Carlos Malato receberá um Prémio 'ex-aequo' e o Setor de Humanização do Instituto de Apoio à Criança um Prémio Amplos.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.