Filipinas

Filho de governador acusado de assassínio no massacre


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Nov de 2009, 11:10

Andal Ampatuan Junior, filho do governador da província de Maguindanao, Filipinas, e principal suspeito pela morte de 57 pessoas num massacre segunda-feira, foi formalmente acusado de assassínio, anunciou a ministra da Justiça.
Andal Ampatuan Jr, presidente de uma comuna é acusado de assassínio, na sequência do massacre, segunda-feira, de políticos e jornalistas.

"Foi ele quem deu as ordens. Ele estava entre as pessoas que detiveram a coluna de carros e abateram as vítimas", adiantou a ministra Agnes Devanadera.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.