FIFA termina com sistema de rotatitivade continental dos mundiais após 2014


 

Lusa / AO online   Futebol   29 de Out de 2007, 16:27

A FIFA decidiu terminar com o sistema de rotação do Campeonato do Mundo de futebol pelas seis confederações internacionais após a prova de 2014, que se realiza na América do Sul, afirmou esta segunda-feira o presidente Joseph Blatter.
"Já temos um conjunto de grandes candidatos para 2018. A Inglaterra pode ser um deles e, em minha opinião, tem fortes possibilidades de êxito", disse o dirigente à televisão Sky News, lembrando que a prova de 2014 será na América do Sul, provavelmente no Brasil, até agora o único candidato, após a Colômbia ter desistido.

Com a mudança das regras, é conhecido o interesse da Inglaterra, Rússia, China, Austrália, Estados Unidos, México e uma candidatura conjunta entre Bélgica, Holanda e Luxemburgo em receber a prova em 2018.

A Federação Inglesa de Futebol (FA) já expressou o desejo de organizar o evento em 2018 - 52 anos depois de o ter feito em 1966 - e a comunicação social britânica tem falado mesmo do apoio do primeiro-ministro Gordon Brown a essa pretensão.

Se a rotação seguisse os trâmites actuais, o Campeonato do Mundo de 2018 teria lugar na América do Norte ou na América Central.

Para 2018 ficam excluídos os interessados de África (África do Sul organiza a prova em 2010) e América do Sul (continente que vai receber a competição em 2014).
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.