Liga dos Campeões

FC Porto qualifica-se para os oitavos-de-final

FC Porto qualifica-se para os oitavos-de-final

 

Lusa/AO online   Futebol   25 de Nov de 2008, 20:04

O FC Porto qualificou-se hoje para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer na Turquia o Fenerbahçe por 2-1, beneficiando também da derrota do Dínamo de Kiev no estádio do líder Arsenal
Um "bis" do argentino Lisandro Lopez permitiu hoje ao FC Porto assegurar a terceira presença consecutiva nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões em futebol e a vitória sobre o Fenerbahçe (2-1), na quinta jornada do Grupo G.
O terceiro triunfo do FC Porto esta temporada na Champions, duas delas fora de casa, permite também o garantir a quinta presença nos oitavos-de-final (ausência em 05/06) e deixa igualmente o Fenerbahçe praticamente afastado da continuidade na Europa, até pela via da Taça UEFA.
Os dois golos de Lisandro Lopez, aos 19 e 28 minutos, até poderiam ter oferecido à equipa portuguesa uma segunda parte descansada, mas a infelicidade de Bruno Alves no tento de Kazim Kazim, aos 63, obrigou a atenções reforçadas e a um sofrimento inesperado.
Ainda assim, os "azuis-e-brancos", que pouco sentiram a ausência do castigado Lucho Gonzalez, souberam segurar bem a vantagem, embora a formação turca, na segunda parte, tal como já tinha acontecido a espaços no primeiro tempo, tenha criado situações de bastante perigo junto à baliza de Helton.
O FC Porto junta-se ao Sporting nos "oitavos" da prova e recebe a 10 de Dezembro o Arsenal, que hoje venceu na recepção ao Dínamo de Kiev por 1-0, contribuindo para a qualificação portista, e, em caso de triunfo, termina no primeiro lugar do grupo.
Apesar da ausência de Lucho Gonzalez, o treinador do FC Porto manteve-se fiel à estratégia em 4-3-3, com Helton na baliza, uma defesa com Fucile, Rolando, Bruno Alves e Pedro Emanuel, o meio-campo composto por Fernando, Raul Meireles e Tomás Costa, ficando o ataque a cargo de Lisandro Lopez, Cristian Rodriguez e Hulk.
O Fenerbahçe, mal no campeonato turco, apresentou inicialmente um esquema semelhante ao dos portistas e até iniciou bem o encontro, com um remate por cima do brasileiro Alex, logo aos quatro minutos.
Rolando, aos 11 minutos, impediu Boral de alvejar a baliza de Helton e, aos 13, Raul Meireles testou pela primeira vez os reflexos de Demirel, com um remate fortíssimo de fora da área e na sequência de uma jogada do argentino Lisandro, pela esquerda.
Capaz de resistir ao ascendente inicial dos turcos, a equipa portuguesa tornou-se mais imaginativa a partir do primeiro quarto de hora do encontro e Lisandro Lopez, aos 19 minutos, aproveitou um deslize do guarda-redes e inaugurou o marcador, depois de Fernando ter servido Bruno Alves e este cruzado para o interior da área.
Pouco depois, Edu quase igualava, com um cabeceamento defeituoso em excelente posição e, aos 28 minutos, surgiu mais uma "maldade" de Lisandro Lopez: lançamento lateral longo de Fucile, da direita, e o argentino, à segunda tentativa, fez o golo dos portistas.
Atónicos, os turcos viram ainda Tomás Costa enviar uma bola ao poste, num "chapéu" bem executado, após um passe exemplar de Raul Meireles, aos 34 minutos.
Na segunda parte, o brasileiro Hulk, totalmente isolado, teve a possibilidade de "fechar" o jogo, aos 60 minutos, mas permitiu a defesa de Demirel e, aos 63, Kazim Kazim, que tinha entrado ao intervalo, reduziu para 2-1, com um remate forte contra Bruno Alves que traiu o guarda-redes Helton.
Já com Guarin, Mariano Gonzalez e Pelé em jogo (saíram Tomas Costa, Rodriguez e Hulk, respectivamente), os "dragões" foram espreitando timidamente o contra-ataque e preocuparam-se mais com a defesa do precioso triunfo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.