FC Porto isola-se na liderança após vencer o Sporting de Braga no Dragão

FC Porto isola-se na liderança após vencer o Sporting de Braga no Dragão

 

Lusa/Ao online   Futebol   11 de Nov de 2018, 02:36

O FC Porto isolou-se este sábado na liderança da I Liga de futebol ao vencer por 1-0 o Sporting de Braga, no duelo de primeiros no Dragão, e impôs à 10.ª jornada a primeira derrota da época aos ‘arsenalistas’.

O brasileiro Soares foi o autor do golo que desbloqueou o nulo já perto do ‘fecho’ do encontro, aos 88 minutos, na sequência de um cruzamento do seu compatriota Otávio, que, uma vez mais saindo do banco, assumiu um papel decisivo.

O FC Porto, que reclamou por uma grande penalidade por marcar no fecho da primeira parte, teve duas bolas na barra da baliza de Iker Casillas, aos 55 e 77 minutos, mas primou pela persistência e eficácia na forma como chegou ao golo de Soares.

Com este resultado, os 'dragões' passam a somar 24 pontos na liderança da I Liga, mais três do que o Sporting de Braga (segundo, com 21), e cinco do Sporting (terceiro, com 19), que no domingo pode ultrapassar a formação bracarense se vencer em casa o Desportivo de Chaves.

O Desportivo das Aves recebeu e venceu o Rio Ave, por 2-1, numa partida em que os vila-condenses jogaram em inferioridade numérica desde os 14 minutos, e deu um salto na tabela classificativa, afastando-se da zona de despromoção.

O minuto 14 foi decisivo para o decorrer do encontro, já que determinou a expulsão do vila-condense Nadjack e a vantagem do Desportivo das Aves (1-0), na conversão de uma grande penalidade por Rodrigo.

No período de descontos da primeira parte, aos 45+2 minutos, o Desportivo das Aves, que somou a segunda vitória consecutiva na I Liga, elevou a vantagem para 2-0, tendo o Rio Ave reduzido já na compensação, aos 90+1, por Bruno Moreira (2-1).

Esta vitória permitiu ao Desportivo das Aves sair da zona de descida e subir provisoriamente ao 12.º lugar, com 10 pontos, enquanto o Rio Ave manteve o quarto posto, com 18, mas ficou ao alcance do Benfica (quinto, com 17), que no domingo defronta o Tondela.

No Estádio Nacional, em Oeiras, Belenenses – que possui a segunda melhor defesa da Liga - e Boavista empataram a 0-0, numa partida em que ambos os guarda-redes, Muriel e Helton, respetivamente, se superiorizaram aos avançados.

O Belenenses somou o quarto encontro consecutivo sem perder, numa série que conta com um triunfo sobre o Benfica (2-0), e ocupa o 10.º lugar, com 12 pontos, enquanto o Boavista somou o segundo empate consecutivo e caiu do 15.º para o 16.º (zona de despromoção), com nove.

No dérbi insular, no Funchal, o Nacional venceu por 1-0 o Marítimo, alcançando a segunda vitória na prova, primeira em casa, e entregou provisoriamente a lanterna-vermelha ao Desportivo de Chaves, que no domingo visita o Sporting.

João Camacho, aos 65 minutos, foi o autor do único golo do encontro e que permitiu ao Nacional interromper uma série de seis jogos sem vencer no campeonato e subir do 18.º e último lugar para o 17.º, com nove pontos.

O Marítimo sofreu em casa do rival insular a quinta derrota consecutiva, dado que o último ponto que conquistou no campeonato foi no empate a 0-0 na receção ao Belenenses, em 22 de setembro, e segue na 13.º posição, com 10 pontos, apenas mais um do que o penúltimo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.