Estatuto de Apoio ao Cuidador Informal aprovado por unanimidade

Estatuto de Apoio ao Cuidador Informal aprovado por unanimidade

 

AO online   Regional   11 de Set de 2019, 18:20

O Estatuto de Apoio ao Cuidador Informal proposto pelo Governo dos Açores foi ontem aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa.

Na ocasião a secretária regional da Solidariedade Social destacou a importância de criar condições para que os cuidadores informais tenham apoio na sua missão, apontando o regime jurídico ontem aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa.

Andreia Cardoso salientou o significado da criação do Estatuto do Cuidador Informal por existirem “milhares de Açorianos doentes em casa e outros tantos a cuidar deles sem ninguém os ter ensinado a fazê-lo”, revela nota do GACS.

“Não obstante o crescimento e reforço da rede de respostas dirigidas ao atendimento da pessoa idosa e da pessoa dependente, a realidade dá-nos conta que uma parte significativa destas pessoas se mantém no seu domicílio, o que só é possível devido ao papel assumido pelos cuidadores informais”, frisou.

Com a aprovação deste diploma, será também criado o Gabinete de Apoio ao Cuidador Informal, constituído por profissionais das áreas da ação social, da saúde, das respostas sociais e dos cuidados continuados integrados.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.