Orçamento de Estado

"Estado manterá elevado nível de investimento público"

"Estado manterá elevado nível de investimento público"

 

Lusa/AOonline   Economia   24 de Out de 2008, 14:34

O Estado vai manter o alto nível de investimento público para fazer face à actual crise financeira, afirmou o primeiro-ministro José Sócrates, anunciando também novos projectos de obras públicas no Tramagal.
"Esta é uma crise que acontece uma vez na vida e é importante que o investimento público acompanhe o investimento privado", disse o primeiro-ministro, em discurso na cerimónia de apresentação do sucessor do modelo Fuso Canter da Mitsubishi, onde a empresa anunciou um novo investimento na unidade do Tramagal.

    "O estado manterá um elevado nível de investimento público que está implícito no Orçamento de Estado, nomeadamente apoiando as empresas e as famílias mais necessitadas", acrescentou José Sócrates.

    Sócrates anunciou como parte deste investimento público estatal o apoio à construção da ponte sobre o Tejo na zona do Tramagal, que permitirá a ligação do IC9 entre Abrantes e Ponte de Sor.

    O primeiro-ministro garantiu que, após o estudo de impacto ambiental do projecto, o Ministério das Obras Públicas vai lançar em Abril próximo o concurso público para a construção da ligação do IC9 entre Abrantes e Ponte de Sor.

    "É importante o investimento do Governo na rede regional de acessibilidades uma vez que contribui para o fortalecimento da economia portuguesa", disse Sócrates, afirmando ainda que o Governo vai apoiar as obras de reparação e modernização da ponte sobre o rio Tejo em Constância.

    A ligação do IC9 entre Abrantes e Ponte de Sor vai permitir um melhor escoamento da produção da fábrica da Mitsubishi - 90 por cento da qual se destina à exportação.

    A Mitsubishi anunciou um reforço do investimento de cerca de 20 milhões de euros na ampliação da unidade no Tramagal, que o primeiro-ministro disse demonstrar um sinal de confiança no país, na economia e nos trabalhadores portugueses.

    "Nunca como agora precisámos tanto de investimentos e de gestos de confiança como estes que se assinala hoje", considerou o primeiro-ministro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.