Duarte Freitas prepara fórum transatlântico de reflexão sobre o arquipélago

Duarte Freitas prepara fórum transatlântico de reflexão sobre o arquipélago

 

Lusa/AO Online   Regional   9 de Dez de 2008, 17:32

 O eurodeputado açoriano Duarte Freitas prevê reunir em Maio, nos Açores, parlamentares de raízes açorianas de ambos os lados do Atlântico para iniciar um fórum anual de reflexão estratégica sobre o arquipélago.

  Duarte Freitas, que falava à saída de uma reunião na Universidade dos Açores, adiantou que o projecto, em fase preliminar, visa criar uma "fórum permanente de relacionamento" entre eleitos de raízes açorianas nos Congressos dos Estados Unidos da América e Canadá e os deputados eleitos pelos Açores ao Parlamento Europeu.

    "Ter um diálogo entre ambas as partes pode ajudar a promover os Açores, promover as raízes açorianas em termos políticos, geo-estratégicos, académicos e económicos", afirmou Duarte Freitas, que acredita que o projecto "pode trazer algo de novo" ao relacionamento existente entre as ilhas e as comunidades açorianas emigrantes.

    Segundo Duarte Freitas, as comunidades emigrantes não podem continuar a olhar para os Açores apenas como o "mercado da saudade", porque que há no arquipélago outras potencialidades e uma capacidade de dar algo às relações transatlânticos entre a Europa e a América.

    "É preciso devolver aos Açores alguma centralidade, que já tivemos no século XV e XVI, ao nível de estratégia e tecnologia", disse Duarte Freitas, acrescentando que "enquanto na Europa os Açores são periferia ou ultraperiferia, na relação transatlântica nós somos centralidade".

    Mais do que juntar "vultos açorianos" no fase inicial, Duarte Freitas tenciona largar o fórum a outras entidades e individualidades ligadas aos Açores que possam contribuir para uma reflexão profunda sobre o arquipélago, por entender que o relacionamento actual entre a região e as comunidades "peca por ser conjuntural".

    A ideia de constituição do "fórum transatlântico" foi apresentada publicamente por Duarte Freitas há dois anos e depois de encontros mantidos em Agosto com os congressistas norte-americanos de origem açoriana Jim Costa e Devin Nunes o eurodeputados reuniu hoje com responsáveis da Universidade dos Açores para expor o projecto.

    Para o director do Centro de Estudos de Relações Internacionais e de Estratégia da academia açoriana, Carlos Amaral, a centralidade do arquipélago faz dos Açores uma região "capaz de prestar serviços à União Europeia e à sua relação transatlântica", algo que considerou ser "particularmente urgente" consciencializar face ao cumprimento do processo de integração europeia.

    "Na medida em que a Europa se afirma como uma entidade política, dotada de política económica, cultural e estratégica própria é urgente pensar a relação desta unidade política com outras unidades políticas, que estão na outra margem, como os EUA, Canadá. A médio prazo seria importante também trazer para o âmbito de reflexão o Brasil", referiu Carlos Amaralduarte

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.