Dez distritos do país em alerta amarelo


 

Lusa/AO Online   Nacional   29 de Nov de 2009, 09:02

 Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra estão hoje em alerta amarelo devido ao mau tempo, anunciou a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

De acordo com o Instituto de Meteorologia (IM), prevê-se para hoje um agravamento das condições meteorológicas que se caracterizarão pela ocorrência, na região Norte e Centro, de vento, agitação marítima e chuva por vezes forte.

O IM prevê ainda uma baixa da temperatura, que poderá motivar em regiões interiores a queda de neve acima dos 1400 metros, descendo a cota para os 800/100 metros durante a manhã e para os 600/800 metros para o final do dia.

O IM adianta ainda que há condições favoráveis à ocorrência de trovoadas.

A ANMP informa, no site oficial, que "há possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem" e "danos em estruturas montadas ou suspensas".

Alerta ainda para a possibilidade de haver neve e gelo nas estradas, que podem conduzir a uma retenção temporária de veículos e pessoas nas vias e aumento de acidentes rodoviários.

A Protecção Civil informa que no alerta amarelo é previsível a "ocorrência de fenómenos que não sendo invulgares, podem representar um dano potencial para pessoas e bens".

Nesse sentido, o dispositivo de Protecção Civil e Socorro reforça as actividades de monitorização e vigilância da situação e intensifica as acções preparatórias para as tarefas de intervenção.

Apela ainda à adopção de medidas de prevenção, como a "adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas", à desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes que possam ser arrastados e à limpeza dos bueiros, algerozes, caleiras e respectivos sistemas de escoamento.

Perante a possibilidade de formação de lençóis de água nas vias, a Protecção Civil apela aos automobilistas para terem uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e cumprindo a sinalização relativa a eventuais cortes de estrada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.