Açoriano Oriental
CDS-PP/Açores reúne-se em congresso com o atual líder como único candidato

O CDS-PP/Açores realiza, este fim de semana, em Angra do Heroísmo, o seu décimo congresso, onde será reeleito o líder regional do partido, Artur Lima, único candidato e atual vice-presidente do Governo Regional.

CDS-PP/Açores reúne-se em congresso com o atual líder como único candidato

Autor: Lusa/AO Online

“É uma reunião magna de um partido que está em crescimento e sobre o qual recai pela primeira vez a enorme responsabilidade de integrar o Governo Regional dos Açores, portanto, o que se espera neste congresso é que possa ser um congresso participado, onde possam ser discutidas ideias, onde se possa debater a vida interna do partido, reforçando ainda mais o CDS”, adiantou, em declarações à Lusa, o presidente da comissão organizadora do congresso, Alonso Miguel.

Os centristas chegaram a agendar uma reunião magna para dezembro de 2019, mas adiaram-na, alegando que não existiam, na altura, “recursos humanos, materiais e logísticos necessários para a sua concretização”, face aos resultados eleitorais nacionais.

“É preciso perceber que os congressos do CDS não são, como a maioria dos partidos, de dois em dois anos, são de quatro em quatro”, ressalvou Alonso Miguel, explicando que a pandemia de Covid-19 obrigou a adiar a remarcação do encontro.

Nas últimas eleições legislativas regionais, em outubro de 2020, o CDS-PP elegeu três deputados, menos um do que em 2016, e desceu em percentagem e número de votos, passando de 7,16% para 5,51%.

O PS, que governava os Açores há 24 anos, perdeu, no entanto, a maioria absoluta, abrindo caminho a uma coligação de direita.

O CDS-PP integrou, assim, pela primeira vez um Governo Regional nos Açores, numa coligação com o PSD e com o PPM, apoiada por acordos de incidência parlamentar com o Chega e o Iniciativa Liberal.

Para Alonso Miguel, vogal da Comissão Política Regional do partido e atual secretário regional do Ambiente e Alterações Climáticas do executivo açoriano, o congresso será também uma oportunidade para “definir estratégias para o desenvolvimento e para o futuro dos Açores e para a melhoria da qualidade de vida dos açorianos, especialmente agora que o CDS integra uma solução governativa nos Açores”.

Em 2019, a liderança de Artur Lima no CDS-PP foi contestada por várias militantes, incluindo pela então deputada centrista Graça Silveira, que passou a independente, e pelo presidente da Câmara Municipal das Velas (o único município gerido pelos centristas nos Açores), Luís Silveira, que chegou mesmo a anunciar uma candidatura à liderança do partido.

No entanto, a estas eleições internas, que decorrem durante o congresso, só apareceu a recandidatura de Artur Lima, líder regional do partido desde 2007.

Questionado sobre a união dos centristas açorianos nesta fase, Alonso Miguel disse que o congresso será também um momento de partilha de opiniões.

“Em democracia é assim, há sempre quem tenha uma visão diferente da liderança dos partidos. O congresso será uma oportunidade para cada congressista exprimir a sua opinião, dar a sua visão e no final serão eleitos novos órgãos dirigentes do partido. Naturalmente o partido sai reforçado. É um partido que está a crescer e é um partido que tem a responsabilidade acrescida de fazer parte de uma solução governativa”, frisou.

O X Congresso Regional do CDS-PP/Açores, que decorre no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, deverá contar com a participação de 120 pessoas, entre congressistas, oradores e convidados.

Para além do cumprimento de um plano de contingência devido à Covid-19, a organização decidiu realizar um teste rápido de despiste de infeção por SARS-CoV-2 “a todos os participantes antes do início dos trabalhos”.

“Foi organizado com o melhor cuidado para respeitar rigorosamente todas as diretrizes para que possa decorrer com o máximo de segurança e para cumprir todas as regras que foram estabelecidas”, salientou Alonso Miguel.

Está prevista a discussão de 12 moções setoriais e o encerramento contará com a presença do secretário-geral do partido, Francisco Tavares, e do presidente nacional do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados