CDS/PP-A afirma que novo Governo é "mudança na continuidade"


 

Lusa/AOonline   Regional   14 de Nov de 2008, 14:16

O líder do CDS/PP-Açores considerou esta sexta-feira que o novo Governo Regional socialista, anunciado hoje por Carlos César, constitui uma "mudança na continuidade” e é “mais fraco” do que o anterior executivo.
Em declarações à agência Lusa, Artur Lima salientou que os três nomes novos que vão para o executivo açoriano e as “muitas mudanças de cadeiras” indiciam, por parte do PS/Açores, a “incapacidade para atrair novas pessoas”.

    “O Fórum realizado pelos socialistas para atrair pessoas não teve sucesso porque não se vislumbram nenhumas pessoas de reconhecido mérito da sociedade açoriana no novo Governo”, alegou.

    Artur Lima sublinhou, ainda, que “mais de 90 por cento dos açorianos não sabe quem são os novos governantes”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.