Açoriano Oriental
Eleições Legislativas 2019
CDS considera geotermia um ‘pilar fundamental’ da sustentabilidade

O cabeça-de-lista do CDS às eleições legislativas do próximo dia 6 de outubro pelo círculo eleitoral dos Açores, Rui Martins, visitou a Central Geotérmica do Pico Alto, na ilha Terceira, onde considerou a geotermia como um ‘pilar fundamental’ da sustentabilidade energética da Região.

article.title

Foto: CDS/A
Autor: Rui Jorge Cabral

Citado em nota de imprensa, Rui Martins afirmou que “o CDS é um partido que sempre defendeu as questões ambientais aos mais diversos níveis, passando pela questão da descontaminação até esta questão da sustentabilidade energética” e, por isso, considerou que a geotermia “é para nós um pilar fundamental, uma vez que permite uma produção energética de reduzido impacto ambiental para as ilhas. Disso decorre que contribui para a conservação e promoção da imagem de natureza dos Açores”.


Conforme assegurou Rui Martins, o CDS tem como prioridade “a execução de projetos respeitantes a um plano regional de Geotermia”, acrescentando que “para além de considerar a capacidade de produção energética e o custo/benefício de uma instalação deste tipo ao nível económico, os planos de expansão nesta área devem igualmente pesar os fatores de libertação de dióxido de carbono, bem como os ganhos ambientais e a diminuição da fatura com combustíveis fósseis”.


O cabeça-de-lista do CDS lembrou ainda que “no debate político da atualidade, está na moda abordar as questões ambientais e, inclusivamente, há partidos que hoje fazem deste um ponto único de agenda, apropriando-se do assunto como se outros partidos não tivessem já, no passado, refletido e atuado sobre o mesmo”. E concluiu lembrando que o CDS “foi o primeiro partido a apresentar um Plano Geotérmico para os Açores”.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.