Política

Cavaco nega ter recusado participar na homenagem a Melo Antunes

Cavaco nega ter recusado participar na homenagem a Melo Antunes

 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Nov de 2009, 22:50

O Presidente da República quis estar presente no colóquio de homenagem a Melo Antunes, mas a comissão organizadora da iniciativa não compareceu à audiência marcada para definir esta participação, esclareceu à Lusa a assessoria para a comunicação social da Presidência da República.
A assessoria para a comunicação social da Presidência da República revelou à Lusa pormenores da preparação da agenda de Cavaco Silva, para esclarecer a responsabilidade da ausência do PR do evento realizado sexta-feira e hoje na Fundação Gulbenkian. Horas antes, Vasco Lourenço, responsável pela organização do colóquio, afirmara aos jornalistas que, apesar de contactado, o Presidente da República "não se mostrou disponível" para estar presente. Ao princípio da noite, a assessoria de Cavaco Silva confirmava que o PR tinha sido convidado formalmente para presidir à abertura do colóquio, mas tinha um compromisso previamente assumido para a mesma hora - a abertura do V Encontro Cívico Ibero-Americano. "Foi comunicado que, apesar disso, o PR não queria deixar de se associar à homenagem a Melo Antunes, e foi então marcada uma audiência do PR à comissão organizadora para o dia 13 de Outubro", acrescentou a mesma fonte. Nessa audiência, sublinha a assessoria do PR, seria definida uma solução alternativa para o PR poder estar presente ou fazer-se representar no colóquio. A audiência não chegou a verificar-se, uma vez que no dia 9 de Outubro "a comissão organizadora comunicou à Presidência da República que não podia comparecer". "Não houve nenhum contacto posterior a essa data", esclareceu. "A Presidência da República - acrescentou aquela fonte - não tem o hábito de divulgar detalhes da preparação da agenda do PR, mas esta é uma circunstância em que, para repor a verdade dos factos, era importante fazer este esclarecimento". Vários ex-líderes e responsáveis políticos, figuras do mundo militar e académico estiveram reunidos na sexta-feira e neste sábado numa conferência na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, para homenagear o antigo coronel Melo Antunes no décimo aniversário da sua morte.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.