Bolsonaro diz que não vai à posse do novo Presidente da Argentina

Bolsonaro diz que não vai à posse do novo Presidente da Argentina

 

AO Online/ Lusa   Internacional   1 de Nov de 2019, 20:12

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta sexta feira que não irá à posse do Presidente eleito na Argentina, Alberto Fernández, marcada para ocorrer no dia 10 de dezembro.

Questionado por jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, sua residência oficial, Bolsonaro respondeu que não iria à posse e que isto era um assunto decidido.

Ao longo do ano, o Presidente brasileiro demonstrou publicamente apoio ao Presidente argentino, Maurício Macri, derrotado por Fernández nas presidenciais realizadas no último domingo.

O Presidente brasileiro chegou a dizer, após a confirmação do resultado, que o “povo argentino escolheu mal” e ameaçou retaliar o novo Governo do país vizinho se o mesmo interferisse nos planos de abertura do Mercosul (bloco de livre comércio fundado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai).

Hoje, porém, Bolsonaro adotou um tom mais conciliador confirmado que torceu por Macri, mas disse não ter qualquer intenção de retaliar o novo Presidente argentino.

“Torci, pelo outro [Macri], mas já que [Fernández] ganhou, vamos em frente. Da minha parte, não tem qualquer retaliação. Espero que eles continuem fazendo política connosco, semelhante ao que o Macri fez até o momento”, afirmou o Presidente brasileiro.

Brasil e Argentina são os dois maiores países do Mercosul, bloco que firmou um acordo de livre comércio com a União Europeia em 28 de junho, após 20 anos de negociações.

Atualmente, a Argentina é o maior destino das exportações industriais brasileiras e o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.