‘Bola’ da inclusão social já rola em três ilhas por via do projeto ‘Equipa-te’

‘Bola’ da inclusão social já rola em três ilhas por via do projeto ‘Equipa-te’

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   10 de Jan de 2019, 17:55

O projeto ‘Equipa-te’, iniciativa de combate ao risco de exclusão social de jovens através do desporto, arrancou em 2016, em São Miguel, mas vai agora estender-se às ilhas da Terceira e do Faial, estando previsto que a sua metodologia possa abranger um universo de 160 a 200 jovens até meados de 2020.

Isso mesmo deu nota ao Açoriano Oriental, o diretor regional da Juventude, Lúcio Rodrigues, que, ao final da tarde de ontem, esteve a apresentar os moldes em que se irá apoiar a edição de 2019 do ‘Equipa-te’, na sede do Futebol Clube Flamengos, no Faial.

O ‘Equipa-te’, recorde-se, é uma iniciativa da Associação da Promoção de Públicos Jovens em Risco (APPJ) que, sendo financiada e apoiada pela Direção Regional da Juventude ao abrigo do programa Jovens +, deu os primeiros passos em colaboração com o Sporting Clube Ideal, equipa do concelho da Ribeira Grande.

O projeto assenta em quatro eixos de intervenção: individual, familiar, associativo e comunitário. O objetivo geral, esse, prossegue no sentido de construir e implementar um modelo de atuação que visa a inclusão social e relacional através do desporto, na perspetiva da intervenção para a inclusão social, da prevenção para o abandono escolar e do incentivo ao voluntariado e empreendedorismo juvenil.

Nesta segunda edição, além do número de jovens abrangidos, as previsões do diretor regional são as de “que o projeto esteja concluindo entre maio e junho de 2020”.

O Sporting Ideal vai manter-se parceiro do projeto e Lúcio Rodrigues folga também em ver que a ‘bola’ da inclusão social irá rolar por mais campos e ser abraçada por outros emblemas do futebol açoriano, a partir deste novo ano.

“Em São Miguel, vamos também trabalhar com o Clube União Micaelense; na ilha Terceira, no concelho da Praia da Vitória, estaremos presentes no Praiense e, no Faial, com o Futebol Clube dos Flamengos”, indicou o governante.

O ‘Equipa-te’ assenta, no fundo, numa plataforma de integração e num intercâmbio de cuidados entre os clubes, a APPJ e a Direção Regional da Juventude. E é nesse esforço articulado, com medidas de apoio integrado a jovens com fatores de risco a aliarem-se à vertente desportiva, que se procuram resgatar e sinalizar jovens em situação de exclusão social.

Nesta nova edição, a presença dos psicólogos da APPJ no seio dos clubes que se associaram à iniciativa será uma realidade e o objetivo passa por dotar as respetivas estruturas técnicas de conhecimento, por forma a que, mais tarde, possam prosseguir autonomamente com as intenções do projeto. Mas a ação dos psicólogos não se circunscreverá aos clubes que aderiram ao ‘Equipa-te’: esses recursos humanos, sublinhou o diretor regional, irão também dar formação a quadros de outras equipas dos concelhos onde estarão colocados.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.