Autor do tiroteio em Milwaukee suicidou-se


 

Lusa/AO online   Internacional   22 de Out de 2012, 09:47

O presumível autor do tiroteio em Milwaukee, no Estado do Wisconsin, Estados Unidos, encontrado morto no domingo à noite, ter-se-á suicidado, disse o chefe da polícia local, Dan Tushaus, citado pela agência norte-americana Associated Press.

O homem, suspeito de matar três pessoas e de ferir outras quatro, num salão de beleza, foi encontrado morto depois de uma perseguição de seis horas, através de um centro comercial, de um hospital e de um clube de campo de Brookfield, nos arredores de Milwaukee.

As autoridades disseram à imprensa acreditar que o tiroteio estava relacionado com "uma questão familiar", não divulgada.

O suspeito, identificado como Radcliffe Franklin Haughton, 45 anos, natural de Brown Deer, Wisconsin, tinha uma ordem de restrição emitida contra si, a 08 de outubro, pelo tribunal de Milwaukee, no âmbito de uma queixa de violência doméstica.

Haughton foi convocado a comparacer no tribunal, na passada quinta-feira, e foi-lhe imposta a entrega de todas as armas ao departamento do xerife de Brookfield.

O tiroteio teve início cerca de 11:00 de domingo (cerca das 17:00, em Portugal Continental), no Day Spa Azana, junto ao centro comercial de Brookfield, a oeste de Milwaukee.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.