Açoriano Oriental
Ator norte-americano Orson Bean morre atropelado aos 91 anos

O ator e comediante Orson Bean morreu na noite de sexta-feira aos 91 anos, em Los Angeles, nos Estados Unidos, vítima de atropelamento, informaram as autoridades.


Autor: AO Online/ Lusa

O gabinete do médico legista do condado de Los Angeles confirmou a morte de Bean na noite de sexta-feira, afirmando que o caso estava a ser investigado como uma fatalidade “relacionada com o trânsito”, ocorrida no bairro de Venice, em Los Angeles, Califórnia.

Um atropelamento de um homem por dois veículos, ocorrido neste bairro, foi confirmado pela polícia, que não identificou a vítima.

No entanto, meios locais de comunicação social nomearam a vítima como sendo Orson Bean, com base em relatos de testemunhas oculares.

Bean nasceu em Burlington, Vermont, em 1928, com o nome de Dallas Frederick Burrows, mas escolheu o nome artístico de Orson Bean porque, nas suas palavras, “era engraçado”.

Participou em inúmeros programas de televisão, a partir de 1959, como “To Tell de Truth”, tendo interpretado o papel de um astuto comerciante na série “Doutora Quinn”, o dia-a-dia de uma médica que deixou Boston para rumar a uma pequena cidade no oeste selvagem.

Participou também em filmes como “Anatomia de um crime” (1959) e “Being John Malkovich” (1999) e em várias produções da Broadway, recebendo uma nomeação para um Tony Award em 1961 na categoria de melhor ator num musical por “Subways Are for Sleeping”.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.