Açoriano Oriental
Arte, educação e ciência percorrem o festival Montanha

A ilha do Pico continua a ser a anfitriã do Montanha Pico Festival que decorre durante todo este mês de janeiro, acolhendo dezenas de artistas de vários países e com um programa de aventuras.

article.title

Foto: Austeja Liu
Autor: Susete Rodrigues/AO Online

O Parque Natural do Pico considera de elevada importância a dinamização de um conjunto de eventos destinados à divulgação e sensibilização ambiental do património natural da ilha do Pico que decorre ao longo do Montanha Pico Festival", disse Manuel Paulino Costa, diretor do Parque Natural do Pico.

Citado em nota, Manuel Costa refere, ainda, que "através deste festival é possível transmitir de uma forma descontraída um conjunto de mensagens, não só à população local mas também a quem visita a ilha do Pico nesta altura, tendo em vista o conhecimento e a preservação das grutas e algares existentes na ilha do Pico, bem como sobre as particularidades e importância da Montanha do Pico"


Além das visitas a grutas e algares, todos os sábados de manhã, o festival conta com as tardes de chá na Casa da Montanha aos domingos à tarde, onde há a oportunidade de conhecer os artistas participantes entre conversas sobre arte e a montanha.


"Neste festival alia-se à arte, a ciência e a educação, tornando mais acessível o conhecimento a toda a população, através desta parceria estabelecida entre o Parque Natural do Pico e a MiratecArts", finaliza Manuel Costa.


Saliente-se que no próximo domingo, 19 de janeiro, decorre "Caminhada dos Vulcões", um programa que tem vindo a fazer parte do festival durante as suas seis edições.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.