Altice Portugal lança programa de saídas voluntárias para trabalhadores com mais de 50 anos

Altice Portugal lança programa de saídas voluntárias para trabalhadores com mais de 50 anos

 

Lusa/AO Online   Economia   16 de Jan de 2019, 18:30

O presidente executivo da Altice Portugal anunciou esta quarta-feira o programa de saídas voluntárias Pessoa, dirigido aos trabalhadores com mais de 50 anos que pretendam candidatar-se à pré-reforma ou suspensão do contrato de trabalho.

"É totalmente voluntário", afirmou Alexandre Fonseca, num encontro com jornalistas, adiantando que o programa Pessoa tem duração de três semanas e arranca hoje.

A Altice Portugal "continua a contar com todos os colaboradores competitivos, motivados e disponíveis para trabalhar connosco", afirmou o gestor, salientando que o programa Pessoa é "totalmente voluntário".

A empresa pode "aceitar ou não" as candidaturas a este programa.

Este programa tem "condições muito vantajosas", disse, permitindo aos colaboradores cujas candidaturas sejam aceites a avançar com projetos de "caráter pessoal ou profissional".

A dona da Meo pretende ainda que 2019 seja o ano em que Altice vai "com certeza incorporar talento".

Os colaboradores que fizerem 50 anos até final de fevereiro podem candidatar-se ao programa Pessoa.

A suspensão de contrato de trabalho visa os trabalhadores entre os 50 e 55 anos e garante 100% do vencimento-base e diuturnidades, acrescidos de 50% de outras rubricas remuneratórias, caso existam.

Para a pré-reforma podem candidatar-se trabalhadores com mais de 55 anos de idade, recebendo 80% do valor correspondente à prestação de suspensão de contrato de trabalho.

De acordo com a Altice, os colaboradores que aderirem a este programa têm garantida a manutenção do plano de saúde clássico para quem dele beneficia e os benefícios de comunicações aplicáveis a cada momento a este universo, sendo que atualmente tem um desconto de 60% sobre o pacote base.

Este programa "é de caráter voluntário e sem qualquer objetivo quantitativo", garantiu Alexandre Fonseca, adiantando que os trabalhadores podem candidatar-se até 04 de fevereiro.

Relativamente aos trabalhadores que estão em casa, que são cerca de uma centena, Alexandre Fonseca disse que regressam no final deste mês e que a empresa vai encontrar funções de acordo "com as suas capacidades".

"Vamos fazer novo esforço para os integrar", acrescentou o executivo, salientando que aqueles que se enquadrarem no programa poderão candidatar-se.

A operadora de telecomunicações pretende ainda contratar "novos talentos".

Questionado sobre quantos novos talentos pretende contratar este ano, Alexandre Fonseca disse que "a quantidade vai depender" do programa Pessoa.

Os novos talentos serão contratados para as "novas áreas de negócio" da Altice Portugal.

"Vamos continuar a investir, investir em fibra ótica, vamos continuar a modernização das redes móveis, trabalhar na liderança do 5G", sublinhou.

A Altice Labs vai continuar a ser uma aposta, pelo que poderão ser "protocolados mais um ou dois 'labs'" este ano.

Sobre as negociações com a Eleven Sports para os direitos de transmissão desportivos, Alexandre Fonseca disse que "houve uma mudança" na abordagem da empresa no que toca à relação com a operadora, mas escusou-se a fazer comentários, uma vez que decorre um processo negocial.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.