Adesão dos enfermeiros nos hospitais entre 57 e 100%

 Adesão dos enfermeiros nos hospitais entre 57 e 100%

 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Nov de 2012, 10:38

A adesão dos enfermeiros à greve geral nos hospitais do país variava hoje de manhã entre os 57 e 100%, anunciou a CGTP, adiantando que vários serviços de urgência registaram uma paralisação total de enfermeiros e de pessoal auxiliar.

Segundo a CGTP, que aponta dados recolhidos às 07:00, registou-se uma adesão total à greve geral dos enfermeiros nos hospitais do Fundão, Lamego, Tondela, Peniche, D. Estefânia, Peso da Régua, Torres Novas e Montijo, sendo que a central sindical não dispunha ainda a informação de todos os estabelecimentos hospitalares do país.

Já no hospital da Covilhã, o pessoal auxiliar das urgências também não compareceu ao trabalho, registando-se igualmente uma adesão de 100% no serviço de urgência do Centro Hospitalar dos Covões e na Maternidade Daniel de Matos, ambos em Coimbra.

A greve geral, convocada pela CGTP, visa protestar contra o agravamento das políticas de austeridade e em defesa de políticas alternativas que favoreçam o crescimento económico


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.