8000 pessoas correm para angariar fundos para combater o cancro

 8000 pessoas correm para angariar fundos para  combater o cancro

 

Lusa/AO Online   Nacional   8 de Nov de 2009, 07:24

Mais de oito mil pessoas estão inscritas para participar  na Corrida Sempre Mulher, para angariar fundos para a reconstrução da futura sede da Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro na Mama.

Fonte da organização disse à agência Lusa que, ao longo de quatro quilómetros, junto ao Parque das Nações, as mulheres, os homens e as crianças inscritos vão poder correr ou andar ao ar livre, unidos numa iniciativa que contará com a presença do cantor Tony Carreira, embaixador da Luta Contra o Cancro na Mama.

Os participantes, que nesse dia poderão viajar gratuitamente na CP, Fertagus, Metro e Carris, irão receber uma "t-shirt", uma mochila e diversos brindes, havendo também para os mais pequenos um espaço de diversão, com zona de insufláveis e jogos.

A 10ª edição da Corrida Sempre Mulher tem como objectivo a angariação de fundos para a reabilitação/reconstrução da futura sede da Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro da Mama, num espaço cedido pela Câmara Municipal de Lisboa no Alto da Eira.

A prova irá realizar-se exclusivamente na zona pedonal do Parque das Nações e terá um posto de abastecimento a meio do percurso e outro no final.

Antes da prova, na zona da partida, haverá um aquecimento com uma aula colectiva de aeróbica e à chegada uma sessão de relaxamento com exercícios de flexibilidade e alongamentos.

A Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro na Mama é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) desde 1999, sem fins lucrativos, no âmbito da Saúde e da Segurança Social.

Foi criada em 1998 por um grupo inter-disciplinar de voluntários profissionais ligados à problemática da patologia mamária e presta apoio nas áreas da enfermagem, área médica, fisioterapia, ginecologia, nutrição, psicologia, grupo-auto ajuda, terapia ocupacional, social-jurídico e biblioteca Cancro da Mama.

De acordo com dados fornecidos à Lusa no fim de Outubro, a Associação, sem sede desde Setembro, já reuniu quase 30 por cento das verbas necessárias para as obras de recuperação do espaço cedido pela autarquia lisboeta.

A 07 de Setembro, a associação lançou uma campanha ("Precisamos da sua ajuda e também da de outros 182 999 portugueses") de angariação de fundos para a recuperação de um espaço com 230 metros quadrados na freguesia da Penha de França, que necessita de obras no valor de 183 mil euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.