Açoriano Oriental
Escola
Escola Secundária da Lagoa

Campanha #ficaadica alerta alunos da ESLagoa para os perigos que espreitam pelas janelas das novas tecnologias.


 

Na passada quinta-feira, dia 13 de fevereiro, no auditório da EScola Secundária de Lagoa teve lugar uma ação de sensibilização para alguns comportamentos de segurança Online promovida pelo Banco de Portugal. A campanha #ficaadica tem como objetivo sensibilizar os jovens em idade escolar para os cuidados a ter na utilização dos canais digitais e envolver a comunidade educativa neste propósito.

Foram noventa minutos de sensibilização e informação sobre o uso das novas tecnologias que os participantes não vão esquecer. Esta sessão contou com uma breve apresentação da campanha #ficaadica a que se seguiu uma ação que colocou os alunos em palco com atividades práticas, no desenvolvimento de um jogo que se repartiu em três partes distintas. A primeira parte trabalhou a fraude através da forma de email, um recurso cada vez mais comum e que tantas vezes esconde grandes ratoeiras. A segunda parte do jogo versava sobre a segurança das passwords cuja atenção deve ser cada vez maior para se conseguirem chaves seguras. Por fim, foram trabalhados os telefonemas numa tentativa de despertar os participantes e todos os presentes para o crescente número de chamadas fraudulentas que todos os dias chegam aos nossos ouvidos.

Para o Banco de Portugal, “os jovens são o segmento da população que mais capacidade e facilidade tem no uso das novas tecnologias. Porém, essa confiança na utilização de canais digitais pode levá-los a descurar regras de segurança fundamentais que devem ser observadas na utilização dos mesmos. Através da Internet e de dispositivos móveis (como smartphones e tablets) é também hoje possível aceder a produtos e serviços bancários a qualquer momento e em qualquer lugar, de forma rápida e conveniente. Mas a utilização de canais digitais também acarreta riscos relacionados com a segurança das operações, o acesso mais facilitado a produtos e a compra por impulso.”

“Durante o ano letivo 2018/2019, o Banco de Portugal iniciou esta campanha com a divulgação de materiais específicos para jovens, disponíveis na área de “Formação financeira” do Portal do Cliente Bancário e no Instagram do Banco de Portugal. Estes materiais foram reunidos numa brochura que foi distribuída por escolas do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário por todo o país e que se encontra disponível em https://clientebancario.bportugal.pt/pt-pt/material/5-dicas-para-ficares-mais-seguro-online-ficaadica.”

 

AO Escolas

EFTH prepara arranque do 3º Período
Ainda que pelos motivos que se conhecem, o futuro começou a ser reinventado e nada vai fazer parar o plano formativo e pedagógico da EFTH.
 
Escola de Formação Turística e Hoteleira
Iª Feira do Livro da Biblioteca da ESLagoa
Para Voltaire, “A leitura engrandece a alma”. Já, para Saramago, “A leitura é, provavelmente, uma outra maneira de estar em um lugar” e outros há que associam “leitura” a viagem, fonte de prazer, enriquecimento de alma, de conhecimento, de comunicação com o passado ou, simplesmente, uma forma de aumentar o vocabulário e de aprimorar a ortografia. Motivar os alunos para a leitura, visto os inúmeros benefícios que esta acarreta, numa sociedade em que a prioridade são as tecnologias e as redes sociais, tem sido o principal foco da biblioteca da Escola Secundária de Lagoa. Neste sentido, para além de outras atividades que desenvolve ao longo do ano, a biblioteca promoveu, entre os dias 10 e 13 de março, uma Feira do Livro.
 
Escola Secundária da Lagoa
Sentir, pensar, crescer e inspirar em casa!
Urge gerir o tempo. A comunidade educativa está resguardada em casa para combater a propagação do Covid-19. Mas não há razão para baixar as mãos, o ecrã do computador poderá ser um meio para nos mantermos ligados, colaborarmos e aprendermos.
 
Escola Secundária da Lagoa

Notícias AO

São expectáveis novas cadeias de transmissão nos Açores
O responsável da Autoridade de Saúde Regional dos Açores, Tiago Lopes, considerou esta sexta-feira que é expectável que surjam novas cadeias de transmissão local do novo coronavírus no arquipélago, onde existem 66 casos confirmados da covid-19.
 
População das Sete Cidades diz que “Deus vai ajudar” a acabar com o "xaile negro"
Ilda Sousa está “muito preocupada” com o que a covid-19 pode gerar nas Sete Cidades, onde habita, mas convicta de que “Deus vai ajudar”, afirmando que foi como um “xaile negro” que caiu sobre a freguesia açoriana.
 
Entre Vila Franca do Campo e Lagoa poucos procuraram passar a cerca sanitária
Na primeira manhã após a imposição de cercas sanitárias em São Miguel para conter o surto de covid-19, os poucos condutores que procuraram passar entre Vila Franca do Campo e a Lagoa não tiveram grandes dificuldades.
 
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.