Taça UEFA

Sporting de Braga entra a golear Portsmouth

Sporting de Braga entra a golear Portsmouth

 

Lusa/AO online   Futebol   23 de Out de 2008, 21:39

O Sporting de Braga iniciou hoje a sua participação no grupo E da Taça UEFA de futebol com uma clara vitória sobre o Portsmouth, de Inglaterra, por 3-0
O Sporting de Braga iniciou hoje da melhor forma a participação no Grupo E da Taça UEFA em futebol, com uma goleada "caseira" sobre o Portsmouth por 3-0, que permite à equipa portuguesa assumir a liderança, após a primeira jornada.
Luís Aguiar (08 minutos), de livre directo, Renteria (47) e Alan (88) foram os autores dos golos bracarenses, que valeram à equipa uma preciosa vitória sobre a formação inglesa, num grupo que conta ainda com o AC Milan, que hoje bateu (3-1) o Herenveen e divide a liderança com a equipa lusa, e o Wolfsburgo, de folga esta ronda.
O Sporting de Braga entrou em campo com Eduardo na baliza, um quarteto defensivo com Frechaut, Moisés, Rodriguez e Evaldo, um meio-campo com Vandinho, Alan, Matheus e Luís Aguiar, no apoio aos avançados Renteria e Meyong.
A jogar em casa frente a uma formação de um campeonato mais forte e que tinha eliminado o rival Vitória de Guimarães na primeira eliminatória da prova, a equipa orientada por Jorge Jesus não se intimidou e inaugurou o marcador cedo, aos 08 minutos, por Luís Aguiar, na transformação um livre directo a cerca de 25 metros da baliza, sem hipóteses para o guarda-redes inglês David James.
Em desvantagem, a equipa inglesa, comandada por Harry Redknapp, tentou responder, mas o era Braga quem dominava a partida, graças sobretudo a uma boa organização defensiva, com duas linhas de quatro homens atrás da bola.
O "gigante" Peter Crouch era o homem de referência do ataque do Portsmouth e aos 17 minutos ensaiou um cabeceamento, mas a bola saiu por cima da baliza à guarda de Eduardo.
Redknapp foi forçado a mexer na equipa aos 22 minutos devido a problemas físicos de Glen Little (substituído por John Utaka) e mostrava alguma preocupação por a sua equipa não conseguir "pegar" no jogo, tentando apenas desequilibrar em lançamento longos para Crouch, na tentativa de este combinar com algum colega que viesse de trás ou com o companheiro de ataque, Jermain Defoe.
A excepção a esta regra aconteceu aos 30 minutos, quando Defoe conseguiu isolar-se frente a Eduardo, mas o guarda-redes bracarense levou a melhor sobre o avançado do Portsmouth, que logo de seguida voltou a ganhar posição na área mas viu o "guardião" português negar-lhe de novo o golo num remate cruzado.
Este foi o melhor período do Portsmouth, que, aos 45 minutos, ainda viu Hermann tentar sem sorte o golo dentro da área, mas a bola foi para fora, no último lance de registo do primeiro tempo, no qual teve, apesar de tudo, mais cantos que o Sporting de Braga.
No segundo tempo, ainda mal as equipas se tinham colocado no terreno já o Braga fazia o segundo golo, pelo colombiano Renteria (47 minutos), que se estreou a marcar com a camisola bracarense, após receber a bola na área, rodar sobre o seu marcador e rematar cruzado para o 2-0.
Aos 59 minutos, Eduardo saiu em falso a um cruzamento e o Portsmouth introduziu a bola na baliza, mas o golo foi anulado pelo árbitro esloveno Darko Ceferin, que descortinou uma falta atacante no aglomerado de jogadores que se encontravam junto à pequena área.
Redknapp, que já tinha lançado Belhadj ao intervalo para o lugar de Hreidarsson, alargou ainda mais o ataque, colocando Kanu (62) em campo para o lugar de Traoré, e na resposta Jesus colocou César Peixoto (64) em substituição de Matheus.
Mas nem Crouch (63) nem Defoe (72) mostraram acerto nos remates de longe, numa demonstração de impotência da equipa inglesa, também evidente nas muitas faltas duras cometidas pelos seus jogadores sobre os do Braga.
Aos 80, Defoe ainda tentou surpreender Eduardo com um remate após bom trabalho dentro da área, mas o guarda-redes luso desviou a bola para canto com uma boa defesa.
Mas o dia era do Braga, que ainda chegou à goleada com um tento de Alan aos 88 minutos, após aproveitar um desvio de um defesa que foi bater no poste após cruzamento de Paulo César.
A equipa de Jorge Jesus conseguiu assim uma preciosa e merecida vitória no arranque da fase de grupos da Taça UEFA, que lhe permite assumir a liderança após a primeira ronda, antes do confronto da próxima ronda com o AC Milan.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.