Autárquicas

PSD ganha em câmaras, mas PS vence em votos

PSD ganha em câmaras, mas PS vence em votos

 

Pedro Nunes Lagarto/Lusa   Regional   12 de Out de 2009, 11:27

O PSD permanece o partido com maior número de câmaras e continua líder da Associação Nacional de Municípios, mas o PS subiu em número de presidências de câmara de 110 para 131 e obteve a maior percentagem de votos (37,67%)

Em Portugal continental e Madeira o PSD conquistou mais câmaras municipais e juntas de freguesia, constituindo os Açores a excepção e onde o PS alcançou  um resultado histórico ao vencer pela primeira vez em 35 anos de democracia com mais votos, a maioria das juntas de freguesia e a maioria das câmaras municipais.


Nestas autárquicas 52 câmaras municipais mudaram de cor política, menos duas do que nas eleições municipais realizadas há quatro anos.


Apesar do PSD continuar a ser o partido com maior número de câmaras, foi o PS que conquistou mais novas autarquias, conseguindo ganhar 35 câmaras municipais a outras forças políticas, tendo, contudo, perdido 12.


O PSD teve um saldo mais negativo, ganhando 10 novas autarquias e perdendo 20.


Para a CDU, o resultado também não foi positivo, com os comunistas a perderem sete câmaras municipais e a conquistar apenas 3 novos municípios.


No continente o PSD voltou a perder Lisboa, mas segurou o Porto, enquanto na Madeira  o PSD de João Jardim uma vez mais não deu hipóteses: conseguiu ganhar as onze câmaras, tendo vencido em 49 das 54 freguesias do arquipélago (as restantes cinco ficaram nas mãos do PS ).


Nos Açores, os sociais democratas partiram para estas eleições com 11 municípios, contra apenas oito dos socialistas, e saem conquistando apenas sete câmaras, com 12 ganhas pelo PS.


O PS apenas perdeu a câmara de Vila do Porto, em Santa Maria, mas conseguiu conquistar ao PSD as autarquias de Vila Franca do Campo, Povoação, Santa Cruz da Graciosa, Velas de São Jorge e Lajes do Pico.


Nos discursos de vitória, a presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite,  salientou que o seu partido continua a ser a maior força política nas autarquias, com mais presidências de câmara e de freguesia.


“As eleições autárquicas deram a vitória ao PSD. Obtivemos o maior número de câmaras e o maior número de freguesias”, afirmou.


“Continuamos, por isso, a ser o maior partido português nas autarquias locais e mantemos, por isso, a presidência da Assembleia Nacional de Municípios Portugueses e da Associação Nacional de Freguesias”, acrescentou.

Na Madeira, João Jardim declarou que os resultados das eleições autárquicas neste arquipélago “falam por si” e destacou que o partido ganhou as onze câmaras municipais e 49 das 54 freguesias da região.


Nos Açores, Carlos César, destacou  a “grande vitória” dos socialistas nas eleições autárquicas na região, frisando que foi a primeira vez que isso aconteceu na história da democracia portuguesa.


“Pela primeira vez em 35 anos de democracia, o Partido Socialista teve mais votos, a maioria das juntas de freguesia e a maioria das câmaras municipais”, frisou. 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.