Venezuela

Portugal reconhece Juan Guaidó e MNE explica posição às 11 horas

Portugal reconhece Juan Guaidó e MNE explica posição às 11 horas

 

Lusa/AO Online   Nacional   4 de Fev de 2019, 09:58

O Governo português reconhece Juan Guaidó "como Presidente encarregado de convocar eleições livres e justas na Venezuela", posição que o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, explica esta segunda-feira numa declaração às 11 horas (hora dos Açores), anunciou o Ministério.

"O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, dá uma conferência de imprensa, hoje, às 11 horas, para explicar a posição portuguesa de reconhecimento de Juan Guaidó como Presidente encarregado de convocar eleições livres e justas na Venezuela", escreve o Ministério em comunicado.

Portugal junta-se assim a outros países europeus, como Espanha, Reino Unido e Suécia, que já hoje reconheceram o presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, como presidente interino, após expirar o prazo de oito dias para que o presidente Nicolás Maduro convocasse eleições presidenciais.

Portugal, Espanha, França, Alemanha, Holanda e Reino Unido tinham dado oito dias a Maduro para convocar eleições, um prazo que terminou no domingo: "Será feito aquilo que o ultimato diz, que é reconhecer a autoridade do presidente da Assembleia Nacional [Juan Guaidó], nos termos da Constituição venezuelana”, disse na sexta-feira Augusto Santos Silva.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.