Pedida reunião de emergência com Ordem dos Médicos sobre Gripe A em São Miguel


 

Luís Pedro Silva   Regional   18 de Out de 2009, 21:48

A Associação para a Promoção e Protecção da Saúde dos Açores (APPSA) solicitou uma reunião de emergência com a Ordem dos Médicos, com o objectivo de debater tecnicamente a taxa de incidência da Gripe A em São Miguel.

"O objectivo é perceber como podemos impedir que os números continuem a aumentar", descreveu o médico Mário Freitas, presidente da APPSA.

O especialista em Saúde Pública revela "estar muito perplexo quando algumas pessoas consideram que é um exagero falar de gripe A, mas se calhar as cinco mil pessoas que já morreram também são exageradas".

Mário Freitas pretende abordar com a Ordem dos Médicos "a forma como a saúde pública está estruturada na Região, porque não fornece uma resposta cabal à necessidade de protecção da saúde".

A principal crítica da Associação de Promoção e Protecção da Saúde está relacionada com a Gripe A, referindo que "os números existentes dificilmente podem ser mascarados, nem dissimulados, pelo gabinete de imprensa do Secretário Regional de Saúde".

A associação pretende que a reunião com a Ordem dos Médicos se realize, no máximo, na sexta-feira, porque vai promover uma conferência de imprensa, nesse dia, para analisar a situação da Gripe A e as sucessivas intervenções do secretário e da directora regional de Saúde, através da imprensa ou com a APPSA.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.