Governo / TVI

João Semedo chama "mentiroso" a Ricardo Rodrigues


 

Lusa / AO online   Nacional   18 de Jun de 2010, 12:27

O relator da comissão de inquérito ao “caso TVI” chamou esta sexta-feira “mentiroso” ao deputado socialista Ricardo Rodrigues, marcando o início da reunião da comissão de inquérito que vai aprovar o relatório final.
Depois da intervenção do deputado socialista a apresentar as propostas de alteração do PS, João Semedo pediu a palavra e afirmou: “O senhor deputado Ricardo Rodrigues é mentiroso”.

“Desafio o deputado a dizer onde é que eu escrevi que o primeiro-ministro mentiu, onde está essa afirmação”, questionou, visivelmente exaltado.

Mesmo depois de o presidente da comissão de inquérito, Mota Amaral, ter notado que a palavra “mentiroso” “não é uma expressão parlamentar”, João Semedo manteve o que disse, com a deputada do PS Ana Catarina Mendes a lamentar o “ataque de tão baixo nível” que atribuiu “ao nervosismo das evidências” da intervenção de Ricardo Rodrigues.

Ricardo Rodrigues, o primeiro a intervir na reunião, tinha feito um duro ataque ao relator da comissão, João Semedo, acusando-o de “desonestidade intelectual” e de produzir um relatório “calunioso” num exercício “pouco sério”.

“A proposta é um exercício de manipulação grosseira dos factos apurados. O relator deixou-se dominar pelas ideias pré concebidas que sempre teve a propósito da tentativa de compra da TVI pela PT, facto que decorre de publicamente e antes do início dos trabalhos da comissão ter afirmado ser sua convicção que o primeiro-ministro havia mentido ao Parlamento”, afirmou Ricardo Rodrigues.

João Semedo insistiu para que Ricardo Rodrigues dissesse “o dia, a hora e o jornal” em que tenha afirmado que “o primeiro-ministro mentiu ao Parlamento”.

O deputado bloquista acrescentou que “não se pode meter a verdade no bolso”, numa alusão clara ao episódio em que Ricardo Rodrigues se apropriou de dois gravadores de jornalistas.

A comissão interrompeu de seguida os trabalhos para os deputados participarem nas votações regimentais que decorreram às 12:00, no plenário da Assembleia da República.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.