Direitos Humanos

Irão desmente ter confiscado Nobel a Shirin Ebadi


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Nov de 2009, 10:45

O Irão desmentiu a acusação da Noruega de ter confiscado o Prémio Nobel da Paz à advogada e activista Shirin Ebadi e emitiu um "protesto" contra Oslo, noticiou a agência oficial afegã Irna.
Porém, o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano, Ramin Mehmanparast, pareceu confirmar implicitamente o bloqueio à conta bancária da activista dos direitos humanos, ao evocar a sua "recusa em pagar impostos".

"Estamos surpreendidos por as autoridades norueguesas adoptarem uma posição tendenciosa e ignorante de leis respeitadas por todos", afirmou o porta-voz, num comunicado citado pela agência iraniana.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.