Açoriano Oriental
Inflação nos Açores foi de 6,27% em junho e no país atingiu os 8,73%

Taxa de variação homóloga do IPC total de junho na Região situou-se nos 6,27%. Transportes, habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis com os maiores aumentos

Inflação nos Açores foi de 6,27% em junho e no país atingiu os 8,73%

Autor: Carolina Moreira

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) total nos Açores foi de 6,27% em junho, verificando-se um aumento de 1,62 pontos percentuais em relação à taxa divulgada no mês anterior (4,65%).

Os dados foram revelados ontem pelo Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA) que também adiantou que a taxa de variação homóloga nacional se situou nos 8,73%, cumprindo as previsões iniciais do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Desde o início do ano que a taxa de variação homóloga do IPC tem vindo a subir nos Açores, acompanhando a tendência do resto do país e da zona Euro, devido à guerra na Ucrânia, num contexto de pós-pandemia de Covid-19.

Segundo os dados do SREA, a taxa de inflação média dos últimos 12 meses, terminados em junho, subiu para 2,38% na Região, face aos 1,88% verificados no passado mês de maio, enquanto no país atingiu já os 4,05%.

Para este aumento da inflação média contribuíram classes de despesa como os transportes, habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis.

“As maiores variações médias positivas verificaram-se nas classes ‘Transportes’ (9,59%), ‘Habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis’ (2,49%) e ‘Comunicações’ com 2,12%”, esclarece o SREA.

“Relativamente às variações médias negativas, as classes que apresentaram maiores variações foram as de ‘Educação’ e ‘Vestuário e calçado’ respetivamente, com -2,57% e -1,31%”, mostram os dados.

Quanto à taxa mensal do IPC total de junho nos Açores, o SREA informa que se situou nos 1,73%, verificando-se uma subida de “1,13 pontos percentuais em relação ao mês de anterior”. Já a taxa mensal nacional foi de 0,83%.

“A classe ‘Restaurantes e hotéis’ com 4,94%, foi a que mais se realçou no sentido da alta, enquanto no sentido da baixa temos a classe ‘Saúde’ com -2,32%”, adianta ainda o SREA, na comparação da variação mensal do índice entre os meses de maio e junho deste ano.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados