Açoriano Oriental
Hospital São João no Porto realizou mais de 4 mil testes, 699 deram positivo

O Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, realizou desde meados de fevereiro 4.066 testes para detetar a infeção pelo novo coronavírus, dos quais 699 deram positivo, revelou esta quarta feira à Lusa fonte oficial da unidade de saúde.

article.title

Foto: EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON
Autor: AO Online/ Lusa

Estes 699 casos confirmados referem-se a utentes com idades até aos 96 anos e dos distritos do Porto, Viseu, Coimbra, Aveiro, Viana do Castelo, Braga e Vila Real, adiantou.

Destes, 436 doentes estão a ser seguidos em ambulatório, tendo 14 já recuperado, depois de duas amostras negativas intervaladas em mais de 24 horas, 87 estão internados, dos quais 27 em cuidados intensivos e 176 são de amostras biológicas provenientes de outras instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS), revelou a fonte.

"Trata-se da instituição hospitalar que possui a maior coorte [conjunto de pessoas que tem em comum um evento que se deu no mesmo período] de doentes covid-19, tendo no seu plano de contingência já ocupado para estes casos enfermarias dos Serviços de Doenças Infecciosas, Ginecologia, Otorrinolaringologia, Medicina A, Medicina B e duas unidades de cuidados intensivos", sublinhou.

Atualmente, o centro hospitalar encontra-se a preparar a nova fase (a quinta) de alargamento da resposta à pandemia da covid-19 em função das projeções internas que dispõe, quer em termos de procura, quer em termos de evolução para as próximas semanas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 19.000 morreram.

Em Portugal, há 43 mortes, mais 10 do que na véspera (+30,3%), e 2.995 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista 633 novos casos em relação a terça-feira (+26,8%).

Dos infetados, 276 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 22 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.