Europeias

Eleitores devem penalizar governo pela baixa execução dos fundos

Eleitores devem penalizar governo pela baixa execução dos fundos

 

Paula Gouveia   Regional   24 de Mai de 2019, 06:35

Andreia Vasconcelos, candidata do CDS ao Parlamento Europeu defende apoios comunitários para projetos que promovam a coesão social e acabem com a subsidiodependência. Está preocupada com a baixa execução dos fundos da UE quando se está a negociar o novo quadro

O Partido Socialista (PS) tem feito campanha dizendo que o voto útil é no PS porque é o único que tem um candidato dos Açores em lugar elegível. Como responde a este argumento?


Nestas Europeias, temos a mais valia de haver representação [dos Açores] não só no PS, como noutros tantos partidos, como é o caso do CDS. Houve um reconhecimento a nível nacional que os Açores também têm de ter lugar nestas listas. Infelizmente o PSD não fez esse reconhecimento nas suas listagens, no entanto, os restantes partidos fizeram. Dizer que o PS tem o único candidato dos Açores, acho que é induzir a população em erro. À partida, André Bradford nem precisa dos votos dos açorianos, porque já está eleito, mesmo antes dos votos entrarem na urna. Ou seja, o voto útil não será para André Bradford. O que se pretende é que estes votos sejam repartidos por outros partidos, e aí sim o CDS é opção para quem não é socialista.


Pode ler a entrevista na íntegra na edição desta sexta-feira, 24 maio 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.