Açoriano Oriental
Covid-19
DGS está a atualizar planos de contingência para o vírus

A Direção-Geral de Saúde (DGS) está a atualizar os planos de contingência para o novo coronavírus (Covid-19), disse a ministra da Saúde.

article.title

Foto: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Autor: Lusa/AO Online

“Nesta manhã, a Direção-Geral de Saúde está a trabalhar com um conjunto de peritos de várias áreas do país que se deslocaram para fazer a atualização daquilo que são os planos de contingência para o coronavírus”, afirmou a ministra da Saúde, Marta Temido.

A governante falava aos jornalistas durante o lançamento da primeira pedra da nova Unidade de Saúde Familiar do Alto dos Moinhos, freguesia de São Domingos de Benfica, em Lisboa.

A ministra explicou que se trata, no fundo, de “adaptar o plano genérico” que já existe, acrescentando que “há especificidades deste surto, de acordo também com aquilo que foram as orientações que saíram da reunião de ministros da semana passada, em Bruxelas”.

“E, portanto, seguramente que um surto deste tipo nos convoca a repostas que têm de ser dinamicamente adaptadas, que haverá algumas fragilidades (…) e que estamos preparados para continuar a trabalhar”, concluiu Marta Temido.

A ministra adiantou ainda que neste momento há dois casos suspeitos de coronavírus que foram validados, no Porto e em Lisboa, cuja análise laboratorial será hoje conhecida.

Segundo a DGS aguardam-se o resultados de análises pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) para confirmar ou despistar o Covid-19 nestes dois casos.

Já houve em Portugal outros oito casos suspeitos, que não se confirmaram.

O coronavírus Covid-19 provocou 1.775 mortos e infetou cerca de 71.300 pessoas a nível mundial.

A maioria dos casos ocorreu na China, onde a epidemia foi detetada no final de 2019.

Além de 1.770 mortos na China continental, há a registar um morto na região chinesa de Hong Kong, um nas Filipinas, um no Japão, um em França e um em Taiwan.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei, no centro do país, para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

Segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), há 45 casos confirmados na União Europeia e no Reino Unido.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.