Cultura com aumento de 33% no Plano e Orçamento de 2019

Cultura com aumento de 33% no Plano e Orçamento de 2019

 

Lusa/AO Online   Regional   9 de Nov de 2018, 20:00

O Plano e Orçamento dos Açores propõe para a cultura um aumento de 33 por cento, passando de 13,5 milhões de euros, em 2018, para 18 milhões, em 2019, anunciou o responsável do executivo regional pelo setor.

O secretário Regional da Educação e Cultura dos Açores, em declarações à margem da reunião do Conselho Regional de Cultura, a decorrer em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, avançou que a cultura representa 2,3% do investimento regional para 2019, quando a nível nacional e europeu os agentes culturais “reivindicam 1% para gastos" com o setor.

Para Avelino Meneses, neste caso, nos Açores, está-se “efetivamente à frente”, decorrendo o aumento de verbas fundamentalmente do acréscimo de investimento na cultura por via do lançamento da empreitada da segunda fase do Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada, bem como através da revisão em curso do modelo, para realização posterior de um concurso, do museu da construção naval em Santo Amaro, ilha do Pico.

No caso específico da segunda fase do Museu Carlos Machado, o investimento é de 2,2 milhões de euros, prevendo-se a criação de um espaço para guarda das reservas e de uma sala de exposições de curta-duração.

“Em matéria de cultura e de investimento está-se na fase de conclusão do propósito, fundamental para o Governo Regional, de dotar cada uma das ilhas de um museu de referência”, declarou o titular da pasta da Educação.

Avelino Meneses refere que esta meta “está a concretizar-se” através da inauguração, no verão passado, do Núcleo Museológico de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, estando prevista para breve a inauguração do Museu do Tempo, a primeira edificação do Ecomuseu do Corvo, a par das obras do Museu Francisco de Lacerda, em São Jorge.

O governante destacou em Santa Maria a continuidade das obras de reconstrução do cinema do aeroporto, a par da empreitada para recuperação da torre naquela zona, na sequência de um protocolo a ser celebrado pelo Governo Regional com a ANA.

Para Angra do Heroísmo, na Terceira, o secretário regional destacou o projeto de musealização do Palácio Bettencourt, antiga Biblioteca Pública e Arquivo Regional.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.